top of page

Quem somos

Projeto GOMPA é um coletivo de artistas que desenvolve projetos de experimentação em dramaturgia e linguagem cênica, pesquisando cruzamentos entre teatro, dança, música, artes visuais e audiovisual, com ênfase na fusão das diferentes artes como princípio narrativo.  O grupo possui também uma atenção especialmente voltada a experimentações de linguagens que ampliem os limites do que compreendemos por teatro para adultos e teatro para público infantojuvenil, bem como para a criação de obras que partam de histórias orais e narrativas de si. A maior parte das obras criadas pelo coletivo possui dramaturgia autoral, composta colaborativamente em processo de ensaio.

Em 2023 o coletivo estreou INSTINTO, espetáculo vencedor do prêmio norueguês Ibsen Scope. A obra é inspirada no personagem Brand, de Henrik Ibsen. O projeto foi apresentado no Ibsen Festival, em Skien, Noruega, e estreou no Palco Giratório do SESC, em Porto Alegre, em 2023. Em 2017 o grupo já havia sido contemplado com o prêmio para montagem Ibsen Scholarships, estreando o espetáculo Inimigos na Casa de Bonecas em Porto Alegre, em 2018, e levando o trabalho para a Noruega em 2019, no Festival Ibsen Awards. Ao longo desses anos, a peça participou de diversas mostras, festivais e temporadas no Brasil.

 

Ainda em 2023 o grupo criou o espetáculo MERETRIZES, a partir de relatos reais de profissionais do sexo. Por mais de um ano a equipe do espetáculo ouviu essas profissionais, trazendo para o palco uma junção entre teatro, piano ao vivo e a presença real destas profissionais em cena. 

Em 2022 o grupo estreou o espetáculo Amazônia - Um Olhar sobre a Floresta, voltado especialmente para crianças. A obra reúne teatro, dança, artes visuais e música para contar a história de animais que perdem seus ambientes naturais em função da destruição da natureza. O Projeto Gompa Movimento Amazônia foi financiado pelo Edital SEDAC 12/2019 - Pró Cultura RS FAC RS. Em sua concepção, a peça abre mão do uso das palavras, chegando aos espectadores por meio de uma junção de sensações. No mesmo ano estreou Frankinh@ - Uma História em Pedacinhos, vencedor do Prêmio SESC de Montagem Cênica. O espetáculo está realizando circulações pelo Brasil, já tendo participado de festivais no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Ceará e Mato Grosso do Sul, além do Kingfestival  na Rússia.

Ainda em 2022, levou aos palcos a obra DERROTA, feita em cocriação com a Cia IncomodeTe. O espetáculo estreou em 2021 em formato virtual e conta agora com as duas versões: presencial e virtual. A obra presencial pode ser adaptada para diferentes espaços alternativos, além do palco, tendo sido estreada no Festival de Teatro de Curitiba e depois seguido por demais cidades do Brasil, Portugal e Espanha.

Em 2021, o coletivo imergiu em pesquisas de espetáculos em linguagem virtual, estreando A Última Negra - obra que recebeu menção honrosa no Festival Cine Negro em Ação, apresentada também em temporada regular, festivais e escolas da rede pública do estado - e A Mãe da Mãe da Menina, espetáculo que realizou diversas sessões em lares de idosos e centros comunitários de Porto Alegre, além de temporada regular e mostras de audiovisual. Ambas peças possuem financiamento do FAC/RS. Estreou ainda A Vó da Menina, vencedora do prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo e direção, criada com financiamento do Instituto Ling, também em formato online, além de adaptar a obra As Aventuras do Pequeno Príncipe para formato audiovisual, voltada para o público de crianças.

 

Em 2020 estreou o espetáculo Olga, que traz fragmentos da vida da revolucionária Olga Benário, exterminada num campo de concentração nazista, que excursionou pelo interior do RS.

 

No mesmo ano, estreou também o espetáculo Frankenstein, uma mistura de teatro, dança, narração, música e artes visuais, que foi retomado em 2023 com nova configuração pós-pandemia, no Centro Cultural Santa Casa.

 

Em 2017 o coletivo criou o espetáculo Chapeuzinho Vermelho, a partir do texto de Joël Pommerat, apresentado-se nos mais importantes festivais nacionais e recebendo 54 indicações e 24 prêmios ao redor do país. A peça foi selecionada para participar do FITA Chile (2019) e do MIRAI Festival no Japão (2021), além de festivais e eventos na Bolívia, Inglaterra e Estados Unidos.

 

As Aventuras do Pequeno Príncipe foi a primeira peça do grupo feita para crianças, em 2014, e desde então já realizou mais de 450 apresentações no país, incluindo a versão adaptada para planetários, misturando presença real com tecnologia, propondo uma experiência singular para os jovens, com financiamento da FUNARTE. O espetáculo recebeu diversos prêmios Tibicuera, incluindo Melhor Produção, em 2014. Em 2021, a peça ganhou uma versão pocket em formato virtual.

 

Todos os espetáculos da companhia seguem ativos e viajando pelo Brasil. Atualmente, o coletivo está em fase de internacionalização, buscando levar seus trabalhos a diferentes territórios, interagindo com crianças e adultos, que tenham foco na arte criada na América do Sul, especialmente no sul do Brasil. . 

Clique aqui para acessar PDF com  portfólio do grupo.

Portfolio audiovisual

Quem sou
Portfólio
Contato

Contato

Porto Alegre, RS 

Cel: (51) 98214-9875 e (51) 996763775 e (51) 992819502

projetogompa@gmail.com

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
whatsapp.png
bottom of page